É o processo de sistematização de #benchmarks (indicadores) que permite a uma organização comparar-se com os seus pares.

O objetivo é perceber, face às empresas de referência de mercado, onde estão as ameaças e oportunidades decorrentes da sua atividades.

O #Benchmarking pode medir a performance de vendas, de comunicação, de outras atividades de #marketing, I&D, etc comparando-se com a #Concorrência

É uma ferramenta de Gestão que permite situar a organização no seu Mercado de referência.

Contudo, e esta é uma convicção pessoal, a Gestão com um Drive demasiado assente no #Benchmarking tende a afunilar a visão de mercado, as decisões de desenvolvimento de produtos, de abordagens ao mercado e de comunicação tornam-se demasiado influenciadas pelo que a concorrência está a fazer. A consequência mais nefasta é a destruição de valor relacionada com baixa de preços como reação a ações promocionais da concorrência. O Drive da Gestão deve ser o consumidor – aqueles que no final do dia decidiram colocar os euros no seu produto. O #ConsumerCentricApproach é o que verdadeiramente acrescenta valor ao responder a #EstadosDeNecessidade dos #consumidores. Por outras palavras, os empresários mais do que olhar para os lados… devem olhar para a frente: para as #Tendências e para os #Consumidores