Nascidos entre 1945 e 1960, são muitas vezes descritos como a “primeira” geração – nascidos após a Segunda Guerra Mundial, altura em que houve um aumento significativo da natalidade, esta geração foi a primeira a romper com os valores tradicionais comuns às gerações anteriores, sendo caracterizados por serem mais ativos, mais otimistas, consumistas e com mais recursos financeiros à sua disposição. Embora estejam atrás das outras gerações no que diz respeito ao uso de tecnologia, os #BabyBoomers não são completamente desprovidos de conhecimentos tecnológicos, sendo que uma grande parte está até bastante à vontade com novas tecnologias. O Facebook é a sua rede social de eleição e representam uma grande parte das compras online globais.

Apesar de terem grande poder de compra e do seu consumo ser transversal a todas as categorias, apenas uma pequena percentagem das marcas dirige a sua comunicação a esta geração.

Sandra Alvarez Baptista, Managing Director at PHD worldwile – Portugal