Adulto mais velho.

Até hoje o sénior era definido como sendo uma pessoa com mais de 65 anos, idade de referência mundial para a reforma e utilizada pela Organização Mundial da Saúde para marcar a entrada na senioridade.

O aumento da esperança média de vida, uma maior longevidade, e o decréscimo da natalidade estão a provocar um momento único na história da humanidade – o envelhecimento das populações ( aumento crescente do número de pessoas com mais de 60 anos face ao número de jovens).

Este fenómeno está a provocar alterações sociais de vária espécie e fez aparecer uma nova área na economia – a Smart Ageing Economy (SAE) ou Silver Economy (primeira designação utilizada). Uma vez que a SAE tem como referência as pessoas com 50 ou mais anos de idade, muitos passaram a considerar a pessoa com 50 anos como sendo sénior, o que é errado.

A partir dos 40 anos lidamos com 3 percepções de idade (idade biológica, idade psicológica: aquela que sentimos ter, e idade projectiva: aquela que queremos que as pessoas tenham de nós) de onde se infere que o conceito de senioridade pode variar de pessoa para pessoa. Um insight interessante para as marcas terem em conta quando pensam em segmentação. – Ana João Sepúlveda 40+Lab