Smart Ageing Economy é o termo que irá, progressivamente, substituir o “Silver Economy” na designação de uma nova área da economia, relacionada com o envelhecimento da população.

É um conceito amplo que envolve #Inovação, tecnologia e desenvolvimento de produtos e serviços com a finalidade de melhorar a qualidade de vida das pessoas com 50 e mais anos de idade.

Baseia-se no pressuposto de que uma Pessoa, por volta dos 50 anos já tem uma estratégia pessoal definida no que diz respeito ao seu envelhecimento e à sua vida, quando for #Sénior, e que o grupo etário das pessoas com 50+ são cada vez mais o principal grupo de consumo, com especificidades devido à maturidade e ao seu processo de envelhecimento.

Assim, as sociedades terão de se adaptar às características específicas das pessoas mais velhas, em todos os aspectos (ex. urbanismo, sinalética, arquitectura, nutrição e alimentação, saúde e bem-estar, banca e seguros, entre outros).

De acordo com dados do Banco Mundial e da União Europeia, esta será a 3ª maior área da economia mundial, já em 2020. – Ana João Sepúlveda, 40+Lab