A capacidade de transferir para as organizações uma cultura de procura do “next big thing”. Quer isto dizer que os processos e nas pessoas estão orientados para trazer para dentro todas as tendências e insights com potencial de relevância para o negócio. Esta é a vertente “inbound”. A vertente “outbound” decorre da capacidade das organizações e das Marcas, com base nesses inputs criar e imprimir nos mercados as suas próprias tendências.