img_20161118_212757Estiveram zilhões de #StartUps no #WebSummit… soube da Kinetikos ao cair do pano: tinham acabado de ganhar um investimento de 100.000€ (afinal havia dinheiro a rodar no WB…) e vão integrar um road show da MIT Portugal à Costa Este dos EU.

Já conhecia o Ricardo Matias e o seu percurso nas áreas da Fisioterapia, o  Ajay Seth (que vive no Silicon Valley) e o Luís Rodrigues (ex Cisco Systems) conheci no #WS. Os 2 cientistas e o gestor são os founders desta Start Up que está a implementar um sistema de apoio à decisão clínica das chamadas doenças do movimento (musculo-esqueléticas), destinado a ortopedistas, fisioterapeutas e fisiatras.

Às #tagsDoCostume:  cloud computing,  inteligência artificial e machine learning junta-se o conhecimento das doenças do movimento, e é aqui que reside parte da enorme diferença para a grande maioria das outras SUs – mais de 10 anos de um sólido trabalho de investigação científica que inclui o PhD do Ricardo em “Human Kinetics”  sobre modelos digitais que reproduzem com grande exatidão a realidade do paciente, na Universidade de Stanford (Califórnia).

A informação clínica processada pelo Kinetikos permite ao profissional de saúde dispor de um relatório que o ajudará a tomar as melhores decisões, por exemplo, quanto ao número de sessões de fisioterapia necessárias de acordo com a melhor evidência científica publicada, um passo à frente de um diagnóstico feito apenas por observação.

Na relação com as seguradoras o Kinetikos permite também demonstrar com maior precisão os contornos de cada caso e as terapias recomendadas.

Makes sence.

From the 1st global village… Para o resto do mundo. Esta #StartUp criada entre o lado de cá do Atlântico e o lado de cá do Pacífico fala inglês e já está a bombar!