Porque as pessoas mentem. Muito.

Os “politicamente corretos” então: São uns aldrabões de primeira!

Tficheiro_000-3his is not about politics. É sobre a condição humana.

Quando uma sondagem de um jornal ou da campanha Clinton pergunta a um homem branco, com educação superior ligeiramente racista e machista se vai votar Trump o seu “politicamente correto alert”  liga e o mais certo é que se declare indeciso. Quando a pergunta vem da campanha de Trump todos estes politicamente corretos já se sentem mais à vontade para responder que sim, que vão votar Trump. Por isso a campanha Trump tinham as estimativas mais aderentes com o que se veio a verificar .

Encomendei e acompanhei dezenas, talvez até centenas de sondagens e estudos de mercado ao longo deste meu percurso tão variado e a única constante sempre foi esta – as pessoas mentem muito. Em entrevistas presenciais então é uma catástrofe. Por isso mesmo há muito tempo deixei de utilizar apenas abordagens quantitativas, pois a meu ver,  sem enquadramentos mais estruturados, os números são o que mais mente ;-).

Sempre, e são inúmeras as vezes, que é necessário aferir tendências e opiniões, sempre que possível, recorro a ferramentas e técnicas complementares que ajudem a dissipar efeitos de “simpatia”, “antipatia”, “politicamente correto”, “armar-se em bom, em rico, em pobre. em generoso”… enfim… A verdade é que seja por motivos mais ou menos nobres – as pessoas mentem. Muito