…depois de lhe perguntares se tem #FormaçãoDeVendas e ele responde:  “a suficiente para lhe dar um curso de boa educação” 😜

Tenho um aspirador da marca #Kirby. Daqueles caríssimos, pesadíssimos e que compramos quando nos nasce o primeiro filho.

A marca contacta regularmente para tentar vender um #aspiradorKirby mais recente e para fazer a substituição de algumas peças.

Ontem ligaram-me e tanto insistiram para virem cá a casa antes de férias que marquei para hoje às 14h.

Às 14h, ligam-me a dizer que “os colegas” estão atrasados e pedem para marcar às 14h30 ou 15h…  Uma coisa é o início da tarde, outra coisa é “entrar pela tarde dentro”. Digo que para as 15h não pode ser e marco para as 14h30.

O ” colega” liga-me às 14h40 e diz-me que está na marginal, o que quer dizer que na melhor das hipóteses vai demorar 30 minutos a chegar a minha casa… ou seja uma atividade, marcada a pedido da Marca para as 14h, de repente já está atrasada mais de uma hora. Aparentemente isto é normalíssimo e eu deveria entender que a pessoa que está do outro lado do telefone não tem a culpa porque a “nota” só lhe chegou às mãos às 14h, portanto na hora do almoço.

Que tenho eu que ver com isso? Não tenho interesse na ação, amorosa, disponibilizei-me a mim e à empregada de um dia para o dia seguinte… às 14h. A partir daqui só tenho que ouvir um pedido de desculpas pelo atraso. Os processos internos de uma qualquer empresa não me interessam, nem tenho que os considerar, não tenho sequer que ter conhecimento da sua existência. 15 minutos de atraso não é tolerável, 1 hora é intolerável!

Neste momento a empresa tem que se desculpar e encontrar uma compensação. Mas desde quando não se liga a horários? E esta linha de raciocínio bate de frente com a explicação da “nota”: eu não tenho culpa, a nota é que me chegou só às 14h! Nem sei por onde começar. Qualquer formação de vendas aborda isto em 10 role plays diferentes. E pergunto à pessoa que tenho ao telefone se tem formação de vendas e é aqui que me responde que sim, que tem  formação suficiente para me dar um curso de boa educação… e, educadamente, me desliga o telefone na cara.

Estou mesmo desejosa de voltar a comprar outro Kirby, e de recomendar esta marca a outras pessoas e fazer um vídeo e posts nas redes sociais. E isto é mesmo o que vou fazer…

#ClientService #CRM #Vendas #ConsumerCentricApproach #Kirby