Categoria: Portugal Marca

Please don´t go, don´t gooooo away

Do novo, desde há 2 anos, RGPD… Respondi até agora a 3 pedidos de consentimento para utilização de dados para fins específicos: – Da Moda Lisboa porque enviou, por carta, pelo correio, pedindo o que pretende, explicando o porquê e o enquadramento do novo Regulamento. Simpático, simples, assertivo e profissional. – Da Quidgest, pela forma atempada e clara. E também porque tenho grande simpatia e admiração por esta grande marca portuguesa (que responde com muito maior flexibilidade aos requisitos das Instittuições portuguesas que os grandes paquidermes internacionais, como a SAP). – Da Trilogia  que nem conhecia mas que teve...

Ler Mais

#Eurovisão: the end, 3 coisinhas mais e a Estónia

THE END. Entrada a pés juntos – Eu tinha razão! #AmarPelosDois foi um projeto de canção gerido de modo profissional, com atenção a cada detalhe, coerente na autenticidade com que nós portugueses nos vemos, e os outros nos vêem a nós.  Foi o que disse neste post, e de lá para cá a relação de afastamento do #SalvadorSobral em relação ao Festival mostrou à saciedade. E não há nada de errado nisso. É um cantor e músico, com uma agenda, não é o #Salvadorable. Este evento demonstrou uma vez mais para que serve este país – para este tipo de coisas!...

Ler Mais

E o prémio “Menos Calorias” vai para: Queijadinhas de Cenoura #ConfeitariaCarlosGonçalves

Adoro os meus momentos #CaféComLivro; melhor mesmo só se acompanhados com um docinho 😉 mas estes são de uma tremenda falta de caridade divina: têm calorias, engordam!!!! Ando sempre atenta às tabelas nutricionais. No caso dos doces: bolinhos, bolachas e chocolates ( mesmo aqueles que, por serem vendidos nas prateleiras de produtos saudáveis, julgamos serem menos calóricos) as calorias andam sempre à volta das 400-600/100g!!!! Imenso para quem tem uma luta contra os quilos (não hão-de ganhar!)  Descobri umas Queijadinhas de Cenoura da Confeitaria Carlos Gonçalves, absolutamente divinas e com cerca de metade das calorias habituais em outros doces,...

Ler Mais

Entregues aos bichos – #Inovação

 Porque um camarão com aquelas pernas todas, antenas e olhos esbugalhados é apetecível e um gafanhoto, não? A mim parecem-me bastante parecidos! Porque se comem caracóis e não besouros? Puro preconceito! Numa terra cada vez mais populosa e com a #sustentabilidade na ordem do dia existem já vários trabalhos no sentido de incorporar insetos na alimentação humana e animal. A PortugalBugs é um projeto português que, para já, cria besouros com finalidade alimentar! Desde logo fundamentado em cima de 2 hot #trends: #Sustentabilidade – a criação de insetos ocupa pouco espaço, são fáceis de criar e reproduzem-se  muito e com baixo impacto ambiental. Pegada...

Ler Mais

Zamora 5 de Outubro de 1143 – Tratado ou geringonça…?

Então mas não foi aqui que nasceu Portugal? Mais ou menos. Embora o primo Afonso Raimundes, Afonso VII à altura, lhe reconhecesse dignidade régia, os termos da conferência apresentam Afonso Henriques como vassalo do rei de Leão… Mais interessante ainda é relembrar que alguns meses antes Afonso Henriques, possivelmente em Coimbra, ter-se-ia colocado debaixo da vassalagem direta do Papa numa homenagem à Sé Apostólica ante o enviado papal, o cardeal legado da Sé Apostólica, Guido de Vico, declarando  reconhecer apenas a autoridade eclesiástica e secular da Santa Sé e dos seus legados. Em Dezembro, e à margem do acordado em Zamora, Afonso Henriques...

Ler Mais

Pin It on Pinterest

00

Subscreva o Website

Receba no seu email uma notificação sobre as últimas publicações aqui no meu website.

A sua subscrição foi concluída com sucesso.