Categoria: S’Inovar

Startups portuguesas no WebSummit

WebSummit day2 a Kiss My Score foi a  #StartUp portuguesa que mais me divertiu…  O discurso não é o meu – é o do meu filho. Está desenhada “By guys for guys” que são o target maioritário de futebol e de apostas sobre futebol… mas eu amo futebol. Donde: gostei! Mesmo não sendo para mim – a proposta é ser uma app para “Brofessional Bets: Bet football scores against friends”. É muito digital native generation: parte do princípio que se passa mais tempo a acompanhar futebol via mobile que nos estádios ou mesmo na TV, no money envolved, são portanto...

Ler Mais

StartUps Portuguesas no #WebSummit

Para quem acha que isto das “#startups” são só uns miúdos sem noção a pedir milhões por uma ideia da treta vale a pena falar com os fundadores da Wegho. A Wegho estava no primeiro dia do WebSummit nos Alphas e foi uma das empresas que pode anunciar ter já encontrado financiadores. Em boa verdade não foi bem financiadores – encontraram sócios! E isto faz uma enorme diferença: sócios que trazem know how, recursos humanos e financeiros capazes de alavancar o negócio; do meu ponto de vista este mix é muito mais construtivo que um mero investidor capaz de despejar milhões...

Ler Mais

#Inovação: o #Frágil é que foi o primeiro #HubCriativo de Lisboa

O medo que eu tinha da #GuidaGorda(*)! Acho mesmo que foi a única pessoa de quem fui vítima de bullying! Às vezes era simpática e mandava-me desandar à distância, assim podia ir logo para os 3 Pastorinhos sem perder o tempo de chegar à porta… E às vezes deixava-me entrar! E era mágico! O #Frágil não se parecia com nada que se passasse no resto da cidade. Era um universo de unicórnios: era uma galeria de arte, palco, passerelle, o laboratório onde todos eram ratinhos e os cientistas loucos: artistas, jornalistas, escritores, fotógrafos, designers e criadores em geral… Ficava...

Ler Mais

#Inovação: e agora o #DesignThinking não funcionava….!?!?

Já desconfiava mas agora a HBR arrasa com estas ferramentas: Fornecem pouco enquadramento ao objetivo (desfocando o propósito e a estratégia) São mais fortes em tags e buzzwords que em informação São a metodologia racional/experimental dos anos 70, simplificada pelo senso comum E, portanto, pouco eficazes na criação de insights poderosos para o desenvolvimento dos negócios. Pior! o que HBR vem dizer é  mantém o Status Quo! São innovation killer! Design Thinking Is Fundamentally Conservative and Preserves the Status Quo What?!?!?! O Design Thinking assenta no desenho, no fluxo, e não no objetivo, o que logo à partida reduz a abrangência...

Ler Mais

#Inovação: 200M para StartUps

Anunciado por António Costa no #WebSummit de 2016, hoje é o dia em que começam as candidaturas aos 200M do “Co-Invest with the Best” É um fundo de co-investimento com privados que pretende alavancar projetos de maior dimensão, nomeadamente os tecnológicos que só no estrangeiro teriam acesso a este tipo de financiamento. Isto sobretudo para a fase de aceleração que é quando se acrescenta valor e cria empregos, permitindo a capitalização e consequente “escalação” rápida de projetos. Desenhado em linha com a dinâmica do empreendedorismo, dos ecossistemas de startups e a falar na língua da Revolução Digital este programa destina-se a atrair...

Ler Mais

Pin It on Pinterest

00

Subscreva o Website

Receba no seu email uma notificação sobre as últimas publicações aqui no meu website.

A sua subscrição foi concluída com sucesso.