As grandes Marcas têm a capacidade desenvolver o storytelling e de agregar outras marcas; é o caso da #Nazaré.

O Marketing de conteúdos da Nazaré é riquíssimo e vai desde o registo histórico da lenda de D. Fuas Roupinho, ao registo autêntico e popular do século XX, com as figuras dos pescadores e varinas ao registo da época pós McNamara com um renovado conjunto de tags; #BigWaves, #PraiaDoNorte, #CanhãoDaNazaré…

Hoje convivem os pescadores que remendam as redes, as viúvas que alugam #ChambresZimmersERooms e os surfistas das #MonsterWaves… como é possível?

1ª Lição – o Propósito: As “forças vivas da vila” alinharam-se num foco comum – A municipalidade, empresários e a população congregaram energias para construir a marca #OndaGiganteDaNazaré

2º lição – Correr riscos: Desde logo vencer o medo das “ondas perigosas” e arriscar a oportunidade de surfar as #MonsterWaves; muita coisa podia correr mal – o McNamarra podia ter caído em vez de atingir um record…

3ª lição – Investir. É preciso investir dinheiro para ganhar dinheiro: Trazer o McNamara, criar as condições para amplificar os records, promover as imagens e fazê-las correr o mundo. Ao mesmo tempo garantir as condições para receber todos os novos visitantes.

Hoje a Nazaré conseguiu suavizar a sazonalidade do “Verão na praia” e manter fluxos de turistas ao longo de todo o ano, particularmente no inverno, tradicionalmente a época baixa das vilas de praia, altura em que as ondas atraem mais surfistas, fotógrafos, equipas de filmagem e curiosos que apenas querem ver “o circo”.

Hoje existe uma Escola de Surf, a World Surf League promove competições na Nazaré, há o festival de filme de Surf e tudo isto arrasta um enorme dinamismo à hospitalidade e restauração e aos serviços de apoio ao surf.

E do peixe a secar ao sol e às 7 saias das Nazaré, continua a somar-se o fogo de artifício da Passagem de Ano, o Carnaval e os #Balhes do #MarAlte e acrescentou-se uma vastíssima iconografia ligada ao surf que veio renovar o tipo de turista e de serviços…. mantendo a vila o seu DNA e autencidade da sua #EssênciaDePortugal. Chapeau!

#MarcasPT2019, uma #MarcaPortuguesa por dia