O desenvolvimento de um país como Portugal depende da sua capacidade de Inovar.

Só um Marketing Territorial estratégico, coerente com a nossa Essência permitirá criar a “Marca Portugal” que tenha valor por si, e que acrescente valor às Marcas Portuguesas.

A campanha da Madeira, com um logotipo ilegível e desenquadrada de qualquer estratégia, é por estes dias, o melhor exemplo da visão errática que torna impossível acrescentar valor à Marca Portugal.

O mesmo se passa com o Marketing Territorial das Regiões.

Alenquer, concelho da minha Família, é um exemplo desse descaso quanto à sua verdadeira essência, com tentativas erráticas de desenvolvimento, ora num sentido, ora noutro, deixando que este que poderia ser um “Concelho-Gourmet” se vá descaracterizando.

Alenquer tem, por exemplo, toda uma tradição, e sobretudo, a estética do Pintar e Cantar os Reis, absolutamente únicos! nunca aproveitados para a promoção, divulgação e Imagem do Concelho.

As Festas do Império do Divino Espírito Santo que foram implementadas em Alenquer pela Rainha D. Isabel tornou-se “Marca” em Tomar com a “Festa dos Tabuleiros”, tem grande expressão nos Açores, e só nos últimos anos se tem voltado a falar aqui deste tema, como festividade popular, sem a profundidade que exigiria este enorme potencial de Turismo Cultural e Religioso. Das muitíssimas capelas do Espírito Santo do Concelho muitas desapareceram, outras estão em ruínas ou votadas ao abandono. Com uma localização estratégica, a 40 minutos de Lisboa, atravessada pelos caminhos de Fátima e de Santiago de Compostela, e com as Jornadas Mundiais da Juventude à porta… Alenquer tem a obrigação de ser vista e ouvida fora dos limites co Concelho!

received_3945044345587304No dia Dia Internacional dos Monumentos e Sítios aproveito um vídeo do Dr. João Bernardo Galvão Teles, historiador, que apresenta uma das freguesias mais remotas de Alenquer, que já foi sede de Concelho e com um Palácio completamente arruinado mandado construir por Gonçalo de Albuquerque, pai de Afonso de Albuquerque. Conta a tradição que até Camões terá passado por lá. Vejam que são 4 minutos de um excelente storyteller.
(veja o filme sobre Vila Verde dos Francos aqui)

 

#ViverAlenquer   #MarketingTerritorial
#MarcaAlenquer #AlenquerMarca #VilaVerdeDosFrancos

#AfonsoDeAlbuquerque
#DiaInternacionalDosMonumentosESítios