A brica de Produtos MEálicos Lda, com a sua marca FAMEL foi um ícone dos anos 70 e 80! Outra marca que ainda hoje se associa a esta é a Zündapp, empresa alemã de onde vinham a maior parte dos motores. O último modelo a sair para o mercado foi o Electron, em 1997, já com motor elétrico, mas sem o design dos modelos míticos.

Esta falta de alinhamento com os #EstadosDeNecessidade de Consumidores e com o mercado ditou, em 2002, a falência da marca. Contudo, a Famel permaneceu no imaginário  coletivo e ainda há quem se lembre do significado alternativo das inicias da Marca – “… a Mota É Linda” –  frase que ficou ligada aos três modelos míticos: a XF21, XF-25 e a XF17.

Famel no ws17É justamente este #FAMELXF17 que inspirou em 2014, um empreendedor a adquirir os direitos da Marca e existe um projeto para o relançamento da Marca em www.famel.pt que apresenta A NOVA FAMEL: Passado e futuro juntos num produto tecnológico e inovador orientado para uma mobilidade individual mais sustentável, com  motorização elétrica, e com um design baseado nos de modelos antigos, mas sem o fumo e ruído característicos das antigas Famel que a legislação de hoje já não permite. Este projeto foi um dos Alfas do #WebSummit2017.

A nova mota ainda não viu a luz do dia mas já #merchandising porque é assim que se mantém uma #MarcaDCulto.

 

#MarcasPT2019, uma #MarcaPortuguesa por dia, dia 34

#MagsFinalTouch: Se nunca viu, veja agora o José Carlos Pereira em modo #HomemDoNuorte em “A última Famel”